O relógio de Lampião

Uma leitora, Roberta Rossetto, me achou no Facebook e deu uma informação incrível. Lampião não só andava de carro pelo sertão, tinha cartão de visita com foto e usava perfume francês, como eu conto no Guia. Também usava o relógio de bolso suíço Patek Philippe, até hoje uma das marcas mais caras do mundo. “Na época, para comprar um desses relógios no Brasil, os ricos de então pagavam em 180 parcelas, em consórcios promovidos por um relojoeiro carioca de nome Gondolo”, conta a Roberta. “O relógio de Lampião ficou anos no museu do Instituto Nina Rodrigues, em Salvador (onde também estavam as cabeças mumificadas dele e de maria bonita), até ser roubado.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para O relógio de Lampião

  1. Ah! Que legal o blog! Sabe que, depois que te mandei as informações, fui pesquisar mais. E acabei escrevendo um post para o blog http://www.adorojoias.com.br. Vou por o link do seu blog lá.
    Pra vc saber, a informação de que era um Patek consta em:

    SHORR, Vicky. “Lampião Bandit King of a Lawless Land”. Revista Patek Philippe nº 8, Autumn-Winter – 2000, Suíça.

    LINS, Daniel Soares. Lampião: O homem que amava as mulheres. São Paulo: Annablume, 1997

    A história dos consórcios e prestações está em:
    SHOOR, Vichy. “The Gondolo Gang”. Revista Patek Philippe nº 12, Autumn-Winter -2002, Suíça.

    bjs, vou passar aqui mais vezes!
    roberta

  2. Roberta Rossetto disse:

    Leandro, corrigindo:
    Eram 79 prestações de 10 francos suíços. Os grupos formados pelo consórcio tinham 180 membros. Fiz confusão com os números, sorry. Isso que dá confiar na memória!
    bjs

  3. JB disse:

    Olá Leandro.

    Acabei de assistir sua entrevista com Jô Soares e gostaria de explorar o assunto ainda sem ler o teu livro (irei comprá-lo no próximo sábado quando estarei de folga no trabalho)

    Não sou especialista em cangaço, mas Lampião não deve ter comprado esse relógio na H.Stern, obviamente. Resta-nos saber de quem era esse relógio, porque de Lampião não era mesmo.

    Perseguido da forma como foi, dos inimigos que tinha a cada assalto que realizava, andar de carro também não deveria ser um hábito comum de Lampião. Ainda que em algum momento ele tivesse posado para fotos em algum automóvel.

    O que um amigo me conta é que Lampião tinha poder sim, e era até amigo de militares e policiais, pois muita gente o temia. Esse amigo me disse que Lampião foi traído pela pessoa que comandou a execução do bando. Não me recordo o nome do militar. Esse meu amigo está escrevendo uma monografia sobre o cangaço e fez viagens para o interior da Bahia e de Pernambuco em busca de informações.

    Talvez o exibicionismo de Lampião fosse uma forma dele provocar o Estado e mostrar poder aos pobres: posar para fotos em automóvel roubado, usar jóias e perfumes roubados.

    Lembrando que o Estado convocou Lampião para lutar contra a Coluna Prestes, mesmo conhecendo o que Lampião representava. Quem sabe naquela época o próprio Estado não tenha dado a Lampião esse relógio? (risos) Tava todo mundo com medo dos gaúchos!

    Ademais Lampião não tinha CTPS, como já dito, ele vivia dos roubos que praticava. Lampião era tido como Robin Hood do sertão, pois ajudava os pobres distribuindo objetos dos roubos.

    Eu fiz questionamentos ao meu amigo. Se ele responder de forma fundamentada eu retorno com mais informações, pois como estamos finalizando o ano, acho que eu só o verei na defesa da monografia.

    Um abraço cordial.

    JB
    Analista de Sistemas
    Estudante de Direito 10º Semestre – Salvador-Ba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s